7 curiosidades sobre o Big Ben

7 curiosidades sobre o Big Ben

Quando se fala em Big Ben, todos pensam no célebre relógio  do Parlamento Inglês, mas na verdade ele se refere ao sino de 13 toneladas e meia que foi fixado na face norte do Palácio de Westminster, em Londres, quando o posto de ministro de Obras Públicas deste país era ocupado por sir Benjamin Hall, em 1859.

Esta denominação acabou se estendendo também ao relógio e à torre na qual ele está instalado, daí ser oficialmente intitulado Tower Clock ou Clock Tower – Torre do Relógio. Este objeto se tornou famoso por sua incrível pontualidade e por seu porte.

Veja mais curiosidades sobre esse importante monumento europeu:

1 – O Big Ben integra a arquitetura que compõe o Parlamento Britânico, pontuando a Torre de St. Stephen, a qual atinge 98 metros.

2 – O monumento londrino foi concebido por Edmundo Beckett Denison; os ponteiros medem 2,7 metros e 4,7 metros. O toque do sino é transmitido diariamente pela rádio BBC. O relógio funciona em sintonia com o Royal Greenwich Observatory.

3 – Na parte inferior de cada face do relógio encontra-se uma inscrição latina tecida com letras de ouro: “Domine Salvam Fac Reginam Nostram Victoriam Primam”, ou seja, “Ó Deus, mantenha a salvo nossa rainha Victoria, a primeira”.

4 – Suas badaladas são ouvidas de hora em hora – chegava a ser notado a 3 km de distância, mas o tráfego da Londres moderna abafa seu som. Não é o único sino da torre: há 4 auxiliares, que tocam a cada quarto de hora.

5 – O relógio é famoso por sua pontualidade. O sistema, porém, não é infalível e o relógio já parou diversas vezes ao longo dos 152 anos de história: em 1976, por exemplo, durante 9 meses as operações foram intermitentes por causa de obras de emergência para a substituição das engrenagens.

6 – Erguida sobre alicerces relativamente rasos (apenas 3 m de profundidade), a torre começou a sofrer inclinações logo após a inauguração. O processo foi agravado por obras na região, fazendo com que o Big Ben hoje tenha uma inclinação de cerca de 50 cm em seu ponto mais alto. O ângulo de 0,26 é 16 vezes menos severo que o da famosa Torre de Pisa.

7 – Com 334 degraus, a escadaria interna da torre não é um desafio qualquer. E não apenas em termos físicos. A permissão para o passeio precisa ser obtida por intermédio de deputados. E com 4 meses de antecedência. O passeio deixou de ser gratuito e a partir deste ano custa 15 libras.

Fonte: inglesparahotelaria.blogspot.com.br